7 Animes de comédia "Nonsense"



Se tem algo que os japoneses fazem bem feito são os animes de humor. Apesar da grande diferença entre a cultura japonesa e a nossa, uma boa comédia é universal.

Cada otaku tem seu gosto. Uns gostam mais de animes de luta, com muita pancadaria, outros já preferem obras de drama, com reflexões profundas. Por outro lado, todo mundo gosta de uma boa comédia. Afinal, a vida é dura demais e dar umas boas risadas é essencial de vez em quando.

Foi por isso que elaboramos esta listagem com alguns dos melhores animes de comédia, mais especificamente aqueles que apresentam elementos nonsense na história. 

O que é nonsense?

Talvez você tenha chegado até aqui sem saber que, afinal, é nonsense. O termo vem do inglês, e se traduzido ao pé da letra significa “sem sentido”. Em outras palavras, o nonsense nada mais é do que algo absurdo e contrassenso.


No humor o nonsense é utilizado para criar cenários e cenas que fujam das normas do que é lógico. A graça está justamente no absurdo da situação, apesar de que dentro daquele contexto as coisas façam sentido.

Mas, chega de explicações. A melhor forma de compreender do que se trata é com exemplos. Por isso, elaboramos uma lista com 7 animes de comédia nonsense.

Confere aí.



7 animes de comédia nonsense


Kill la Kill


(Trigger)


Em busca de vingar a morte de seu pai, Ryuuko Matoi chega a Academia Honnouji atrás da única pista capaz de denunciar o assassino: a lâmina de uma tesoura. Lá, Ryuuko é confrontada por Satsuki Kiryuuin, a poderosa presidente do conselho estudantil, capaz de conceder Uniformes Goku a quem desejar. As roupas dão poderes especiais a quem as utiliza. É quando Ryuuko encontra Senketsu, um traje Kamui muito poderoso, que sua rivalidade com Satsuki abalará toda a escola.

Quando se fala em nonsense, Kill la kill é o primeiro anime a vir na mente da maioria dos otakus. Isso porque a obra abusa do absurdo. 

O propósito de seus criadores era apresentar uma sátira de animes de luta, e expor ao ridículo a nudez excessiva da indústria. Não à toa, os traje especiais expõe tanto o corpo dos personagens que chegamos até a sentir uma pontinha de vergonha alheia em algumas cenas.

No entanto, não é apenas por conta das roupas exageradas que Kill la Kill se caracteriza como nonsense. A cidade onde se passa a maior parte da história e, principalmente, a Academia Honnouji são ambientes com dinâmicas peculiares, que para o mundo real não fariam o menor sentido.


Outro ponto que chama a atenção são os personagens. Fora as protagonistas, todos os outros, todos mesmo, são fora da casinha. Com destaque para Mako, melhor amiga de Ryuuko, que parece ter nascido com um parafuso a menos.

A série mistura muito bem elementos de ação e comédia. Possui 24 episódios, disponíveis na Netflix e no Crunchyroll, e uma OVA.



Asobi Asobase


(Lerche)

A série conta a vida cotidiana das adolescentes Hanako, Olivia e Kasumi no clube não-oficial dos Passatempeiros. Como o próprio nome demonstra, o clube não possui um objetivo específico, servindo apenas para as meninas se divertirem com seus joguinhos enquanto tentam resolver os perrengues do dia a dia.

A primeira vista, Asobi Asobase pode não parecer interessante. Seja por sua sinopse pouco conclusiva, seja pelo traço da animação, que nem de longe lembra o dos melhores animes. O problema é que se você julgar o anime apenas por esses aspectos irá perder a melhor comédia — e, por que não dizer, um dos melhores animes — de 2018.

A série acompanha as esquisitices diárias em que o trio de garotas se mete. E quando dizemos esquisitices, acredite, uma escola japonesa nunca foi tão absurda.

O anime possui 12 episódios, disponíveis no Crunchyroll, e uma OVA.




Sabage-bu!


(Pierrot)

Após ser salva de um tarado por Miou, Momoka se vê forçada a entrar para o Clube de Jogos de Sobrevivência. Agora, ela terá que aprender a manusear armas de fogo e encarar batalhas contra adversários armados até os dentes, onde o vencedor é quem fica vivo até o final.

Calma, não se engane com a sinopse de Sabage-bu. Não estamos falando de um anime de violência, ao estilo de Mahou Shoujo Ikusei Keikaku, onde garotas bonitas devem matar umas as outras.

O Free Fire dos animes é bem mais tranquilo, isso porque, apesar de os personagens portarem armas de alto calibre, as mortes não são reais. Porém, a série é narrada da perspectiva dos competidores dos jogos de sobrevivência, então, sempre que alguém é baleado, mesmo que de faz de conta — como em um paintball —, o espectador vê como se mortes reais tivessem acontecido. E isso consegue nos envolver ao ponto de realmente torcermos pela sobrevivência das garotas.

Você encontra a única temporada do anime, de 12 episódios, no Crunchyroll. Há também mais 6 OVAs.




Hinamatsuri


(Feel)

Nitta é um membro bem sucedido da yakuza que mora em um apartamento luxuoso. Um dia, uma cápsula misteriosa aparece em sua sala. Dentro dela estava Hina, uma criança com poderes telecinéticos. Sem alternativa, Nitta fica responsável pela garota. O problema é que Hina não é capaz de controlar seus poderes.

Um gangster e uma garotinha com poderes paranormais. Isso por si só já revela o teor nonsense do enredo de Hinamatsuri. Porém, a série é muito mais do que apenas esse encontro totalmente inesperado.


Em paralelo a história de Hina e Nitta, conhecemos Anzu e Mao, outras crianças paranormais enviadas por sabe-se lá quem para encontrar Hina e trazê-la de volta. E ainda temos a história de Hitomi, uma garota normal que se mete dos pés a cabeça em confusões apenas por ser colega de classe de Hina.


Explicar o que aconteceu e o porquê dos eventos não é o propósito de Hinamatsuri. As coisas simplesmente acontecem e nós aceitamos.


A obra foi tão aclamada que esteve entre os finalistas ao prêmio de melhor anime do ano do Crunhchyroll Awards. A série completa tem 12 episódios.




Chio-chan no Tsuugakuro


(Diomedea)

O propósito da estudante de ensino médio Chio Miyamo é chegar até a escola. O problema é que tudo de errado que puder acontecer irá acontecer nesse trajeto.

Uma cena comum em animes de colegiais é o deslocamento dos protagonistas até a escola. A premissa de Chio-chan no Tsuugakuro é simples, porém engraçadíssima, pois todos os eventos absurdos que poderiam atrapalhar Chio em seu objetivo de chegar a tempo para a aula acabam acontecendo.


Chegar na escola nunca foi tão difícil, perigoso e divertido.


O anime possui uma temporada de 12 episódios, disponível no Crunchyroll.




Aho Girl


(Diomedea)

Yoshiko Hanabatake é uma idiota. Não uma idiota qualquer, ela passa de todos os limites quando o assunto é estupidez. Ela adora bananas e está sempre perseguindo seu amigo de infância A-kun, um garoto sério que vive perdendo a cabeça por causa das loucuras de Yoshiko.


Todos gostam de personagens que misturam burrice e bom humor, mas a protagonista de Aho Girl vai além disso. Yoshiko é o desastre em forma de gente. Não por acaso, sua mãe deseja desesperadamente que ela case com A-kun, o único que parece saber lidar com as loucuras da garota.


Mas, não importa o que A-kun faça para tentar colocar juízo em sua cabeça, Yoshiko é incorrigível, ao ponto de se tornar o principal alvo da presidente da moral pública.


O anime pode ser encontrado no Crunchyroll, e possui 12 episódios.




Saiki Kusuo no psi nan


(J.C Staff / Egg Firm)


Kusou possui poderes psíquicos, e não são poderes quaisquer. Ele é um paranormal muito poderoso, porém tudo que deseja é levar uma vida normal. Mas isso será mais difícil do que ele imagina.

Quem nunca sonhou em ter poderes, não é mesmo? No entanto, o que pode parecer incrível para pessoas normais, é considerado uma maldição para o jovem Kusou. Mesmo possuindo poderes como telepatia, visão de raio-x,  psicocinese e teletransporte, ele não vê essas habilidades com bons olhos devido a todos os inconvenientes que lhe causam. 


Tudo o que Kusou quer é ser um adolescente normal, por isso, tenta ao máximo esconder seu poderes das pessoas a sua volta. O problema é que ele chama a atenção por onde passa, então conseguir se esconder não será muito possível...


O anime possui 3 temporadas e está disponível na Netflix.





Essas foram algumas sugestões de animes que exploram a comédia nonsense. Espero que tenha gostado da lista, mas caso tenhamos esquecido de algum nome especial, diz aí nos comentários.

Agora, se você quiser mais recomendações de animes de comédia, confere a nossa lista com 5 animes de comédia para adultos.

 

Postar um comentário

0 Comentários